ansiedade, stress, medos: equilibrar os chakras para a SERENIDADE

chakraos chakras, segundo a tradição oriental, podem ser definidos como pontos de energia a nível do nosso corpo.

na nossa tradição ocidental, tem-se associado os chakras com plexos nervosos (rede de ramificações nervosas).

temos 7 chakras principais, por onde a energia (prana) flui; a cada um corresponde uma cor (ver imagem aqui ao lado), um elemento, um símbolo, uma glândula, um planeta, um metal, um som (mantra), um cheiro, uma emoção, …, …

quando um (ou mais) destes chakras entra em desequilíbrio ou se encontra bloqueado, o fluxo de energia é comprometido, o que tem repercussões a nível físico, emocional e / ou mental (porque a cada chakra associa-se uma emoção, uma glândula, … como mencionei acima).

O primeiro chakra situa-se na base da coluna vertebral (entre o ânus e os genitais) e, embora haja variações segundo cada tradição, este associa-se geralmente:

  • cor vermelha
  • sentimento de enraizamento / segurança
  • energia, vitalidade
  • glândulas sexuais e (segundo certos autores) as suprarenais (associadas ao stress)
  • elemento terra
  • mantra (som) LAM
  • planeta saturno
  • metal chumbo
  • incenso de mirra
  • pedra hematite, turmalina negra, rubi, heliotrope, granada
  • …, …

Assim, quando o chakra de raíz se encontra fora de equilíbrio podemos sentir:

  • insegurança, ansiedade e stress, medos, desorientação, alteração da libido (desejo sexual), falta de auto-estima, dificuldade de  concentração, impossibilidade de concretizar projetos até ao fim, egoísmo, excesso de materialismo.

Pelo contrário, se nos encontramos enraizados, com um chakra equilibrado, sentimos:

  • senso de realização, propósito de vida, serenidade, ligação à terra e ao que nos rodeia, focalização, vitalidade, libido equilibrada, compaixão, estabilidade emocional, …

Ok, então, o que podemos fazer para equilibrar este ponto de energia?

a verdade é que, são inúmeras as atividades.

por exemplo:

  • fazer uns minutos de meditação por dia (começar por 5min e aumentar até 30min – 1h); basta concentrar-se na respiração natural, de forma serena.
  • fazer uma viagem de visualização: fechar os olhos e imaginar o chakra de raíz, com a cor vermelha, a expandir-se pela terra, libertando as tensões e nutrindo-se da energia renovadora da terra; fazer desta uma prática diária.
  • entoar (com energia, de modo a provocar uma vibração) o mantra: LAM.
  • exercícios de Kegel – para a região pélvica (muito bom para as mulheres!)
  • andar descalço (sempre em locais limpos e sem feridas nos pés).
  • adquirir a pedra correspondente.
  • queimar incenso de mirra.
  • …, …

eu, o que faço é uma a viagem de visualização, entoando o mantra LAM ao som deste vídeo, logo pela manhã, durante uns minutos.

De notar no entanto que, segundo certas tradições, não se aconselha iniciar este delicado trabalho energético com este chakra caso: ainda não tenha ativado os outros chakras, seja altamente sensível, ou não tenha experiência neste tema.

Nesses casos aconselha-se iniciar o trabalho ativando os chakras: frontal e do coração (da mesma forma como sugerido, ou seja, com os respetivos mantras, cristais, meditação, etc.) e o chakra de raíz ativa-se por si, depois deste trabalho profundo.

Também, de notar que há uma diferença entre ativar / trabalhar os chakras e abrir os chakras, já que este último só deve ser feito sob orientação especializada. Em especial para as pessoas altamente sensíveis pode não ser aconselhado abrir chakras.

e vocês, aventuram-se?!

FORÇA!

Sofia Loureiro – Palestrante , Terapeuta Natural & Escritora

Consultas de: Naturopatia Integral, Florais de Bach, Auriculoterapia

Autora:
Guia de Remédios Naturais para Crianças
Guia de Remédios Naturais para Mulheres
Guía de Remedios Naturales para Niños

Plataforma:

Autora ::::: Facebook pink Escrita com Letras  blog blueEscrita com Letras

Vida Natural :::: Facebook pink Guia de Remédios Naturais  blog blue SoPro Verde

GoodReads: goodreads Sofia Loureiro

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s