retenção líquidos, inchaço: remédios naturais

pernasO edema corresponde à retenção anormal de líquidos nos tecidos.

O sintoma mais comum é o inchaço que pode ser detetado em qualquer local do corpo como as mãos (ex. um anel que passa a estar apertado), pés (ex. dificuldade em calçar os sapatos habituais), pernas, tornozelos ou até generalizado (anasarca).

As causas são inúmeras:

. entre elas incluem-se uma dieta inadequada (ex. excesso de sal, falta de nutrientes), tempo quente, manter a mesma postura durante períodos prolongados (ex. sentada ou levantada no trabalho ou durante viagens), alterações hormonais (ex. gravidez, síndrome pré-menstrual, problemas de tiroide), lesões (ex. picada de um inseto, queda), coágulos sanguíneos, problemas renais, hepáticos (fígado), pulmonares ou cardiovasculares (ex. insuficiência cardíaca, insuficiência venosa, varizes), problemas linfáticos, infeções, alergias, obesidade, vida sedentária ou certos medicamentos (ex. bloqueadores de cálcio para hipertensão arterial, alguns contracetivos orais, corticosteroides, antidepressivos).

O tratamento desta condição depende da sua causa pelo que se aconselha um diagnóstico adequado.

Mezinhas: os Remédios Caseiros

1. Embeba um pano limpo, ou uma toalha, numa mistura de água com vinagre de sidra (1litro de água com ½ copo de vinagre) e enrole à volta da área afetada.

2. Cubra com uma toalha seca e deixa atuar.

3. Em primeiro lugar use água quente e deixe a toalha atuar durante 5 minutos. De seguida, use água fria e deixe atuar durante 1 minuto.

Faça esta sequência  (quente e frio) três vezes, 1x ao dia.

4. Enquanto a compressa atua mantenha a área afetada elevada (ex. pés ou pernas).

5. Faça esta cura durante 4—6 semanas e avalie os resultados.

Recomendações Gerais

– Em caso de inchaço prolongado (mais de uma semana), persistente, volumoso ou abdominal, dor no tórax, dispneia (dificuldade em respirar) ou pele azulada, expetoração rosada ou com sangue, aumento de peso brusco (ex. aumento de 1kg num dia), urinar menos, pernas ou abdómen inchados, se a pele ficar marcada depois de pressionar, sensação de calor ou vermelhidão nas áreas atingidas, febre ou se estiver grávida, consulte o seu profissional de saúde para um diagnóstico adequado.

– Evite cruzar as pernas quando estiver sentada.

– Use calçado confortável que não aperte o pé.

– No caso de edema nas pernas ou pés, mexa-se sempre que possível evitando estar sentada, ou em pé, por mais de 30 minutos de seguida.

– Para o edema nas pernas, descanse deitada com as pernas elevadas (acima do nível do coração) durante 15 minutos, 2 – 3x ao dia. Evite esta posição se lhe provoca dificuldade respiratória.

– A massagem de drenagem linfática proporciona alívio para esta condição. Procure um massagista especializado. Em casa, massaje com firmeza (mas sem dor) a área afetada em direção ao coração.

– Mantenha um peso adequado.

– Em viagens prolongadas, levante-se sempre que possível e movimente-se. Quando estiver sentada, rode os tornozelos e estique os pés para dentro e para fora.

– Se necessário, use um colchão redutor de pressão.

– Use roupa folgada, que não provoque constrição. Como exceção, as meias de descanso podem ajudar em certos casos de edemas nas pernas.

– As respirações profundas permitem ativar a circulaçao linfática e, como consequência, a eliminação de fluidos e toxinas. Realize 21 respirações profundas, 2x ao dia.

– A acupunctura pode aliviar esta condição. Procure um terapeuta especializado.

– O exercício físico (ex. ciclismo, natação, caminhada) estimula a circulação sanguínea e linfática. A caminhada numa piscina proporciona alívio para esta afeção. Pratique exercício físico de forma regular.

– O tabaco contribui para problemas cardíacos e pulmonares que podem provocar edemas. Evite fumar.

– A prática de uma técnica de relaxamento (ex. visualização, yoga, meditação, respirações profundas) contribui para a autogestão do stress. Para atingir bons resultados, estas técnicas devem ser praticadas a nível diário durante, pelo menos, 30 minutos a 1 hora, numa atmosfera relaxante. Disciplinas como a yoga e o tai chi contribuem para o bem-estar integral já que reestabelecem o fluxo de energia no organismo através de determinadas posturas e movimentos.

– Evite ao máximo contaminantes ambientais (ex. fumo de tabaco, sprays ambientais, resíduos de pesticidas de alimentos de agricultura convencional, aditivos prejudiciais de alimentos industriais, produtos de limpeza agressivos, cosméticos convencionais plenos de ingredientes tóxicos). Dê preferência a alimentos e produtos biológicos, cozinhe com utensílios de inox ou vidro evitando o alumínio, use vidro para conservar os alimentos, recorra a artigos de cosmética natural e material de limpeza simples (ex. limão, vinagre, bicarbonato de sódio) ou da gama ecológica.

Adaptado do Guia de Remédios Naturais para Mulheres.

Sofia Loureiro – Palestrante , Terapeuta Natural – Health Coach & Escritora

Consultas: Naturopatia Integral, Auriculoterapia, Florais de Bach

Autora:
Guia de Remédios Naturais para Crianças
Guia de Remédios Naturais para Mulheres
Guía de Remedios Naturales para Niños

Plataforma:

Autora ::::: Facebook pink Escrita com Letras  blog blueEscrita com Letras

Vida Natural :::: Facebook pink Guia de Remédios Naturais  blog blue SoPro Verde

GoodReads: goodreads Sofia Loureiro

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s